ESTAMOS TRABALHANDO PARA MANTER O SITE ATUALIZADO
Obrigado por sua visita, espero que façam uma boa leitura. Gostaria de pedir que participe da nossa enquete, sua opinião é muito importante.!

Feliz Dias dos Pais

sexta-feira, 24 de dezembro de 2010

FELIZ NATAL

Amigos e Amigas, a vida realmente parece uma senóide - hora atravessamos um vale, hora atravessamos um pico, assim podemos definir a vida, como um verdadeiro sobe e desce. Para alguns a vida é vivida como as emoções de uma montanha russa, para outros, apenas uma roda gigante. É interessante notar que em uma montanha russa quando se está subindo, a velocidade é lenta e a sensação pode ser de alívio ou de pânico antecipado, mas nada comparado a adrenalina da descida, já na roda gigante, às vezes, a sensação de altura é o que nos causa pânico e a descida é o alívio.
Há aproximadamente um ano eu me encontrava cabisbaixo, me sentindo de certa forma com ego atingido. Houve quem dissesse que meu estado de baixa estima emocional, não passava de mera infantilidade. Contudo aproveito o momento para lhes dizer que se alguma vêz, por alguma razão, o amigo ou a amiga tenha assim se sentido triste, não se trata de infantilidade, essa é a prova maior que somos humanos e talvez este tenha sido o propósito para o qual Deus nos criou - sentir as mais diversas emoções. Somente assim podemos entender o que é um estado de eufórica alegria, não compreender isto é de fato a mais das ignorantes estupidêz de um insignificante ser humano. É bem verdade que sentimos as mesmas emoções de forma e proporções diferentes - isso acontece porque somos diferentes!
O ano de 2010 foi, para mim, uma subida constante, e como todos, devem saber, subir não é nada fácil - e como cansa! Mas a alegria de poder olhar de cima é maravilhoso! Espero continuar minha subida até alcançar um patamar onde eu possa recuperar a energia investida, para o caso de uma nova descida!
Gostaria que essa mensagem lhes chegassem de forma a alimentar sentimentos positivos quanto a vida. Gostaria que essa mensagem lhes mostrasse um pouco da minha visão em relação à vida!
Não somente porque é Natal, e também porque é Natal, gostaria que a paz, a esperança e o amor adentrasse a casa de cada de um de vocês. Mas, para aqueles que assim como eu, há um ano atrás, eu gostaria de lhes dizer que:
Toda vitória é precedida de uma luta e que mais valem as lágrimas de não ter vencido que a covardia de não ter lutado!
Aos que agora comemoram suas vitórias, sei que compreenderam exatamente cada palavra acima escrita!
FELIZ NATAL! 

quinta-feira, 2 de dezembro de 2010

SOBRE O CENSO 2010


O resultado do censo 2010 divulgado pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) mostrou que a população brasileira cresceu pouco mais de 12% nos últimos 10 anos.
De acordo com o último levantamento o Brasil possui hoje 190.732.524 pessoas. O resultado não é de se espantar, uma vês que no período compreendido entre 1991 e 2000 os resultados apontaram um crescimento de quase 16%.
Pelo visto o que mudou no Brasil foi realmente o número de pessoas vivendo e ou sobrevivendo.
A região sudeste continua sendo a mais populosa e, mais precisamente, São Paulo fica com a maior "fatia da pizza". Das 80.353.724 pessoas, 41.252.160 pessoas vivem em São Paulo.
Quanto ao Estado que ficou com o título de menos populoso, Roraima, conta com apenas 451.227 pessoas habitando em seus limites.
As mulheres estão cada vêz mais superando os homens em número. Em todo o Brasil são 97.342.162 mulheres para 93.390.352 homens, ou seja uma relação de 1,04 mulheres para cada homem (se a distribuição fosse justa). Vamos tornar esses números mais palpáveis:
São 3,9 milhões de mulheres à mais que homens;
Para cada 96,9 homens devem existir 100 mulheres.
Dependendo a ótica o resultado é bom ou ainda dependendo a ótica na prática esse resultado pode não ser muito bom!
Um resultado animador é que ainda de acordo com o IBGE (2010) no Brasil, no período da pesquisa haviam 23.760 pessoas com idade acima de 100 anos. Agora, para incentivar as migrações - O estado que tem o maior número de pessoas centenárias é a Bahia (3.525), em seguida vem São Paulo (3.146) e logo depois Minas Gerais (2.597).
MACEIÓ(AL)
Os resultados apontaram que em 2001, ano do Censo anterior, Maceió-AL possuia 797.759 habitantes e agora esse número passou a ser 932.608. São 436.405 homens e 496.203 mulheres. A população total do Estado de Alagoas somam 3.120.922. Um cresimento equivalente a 10,57% da década anterior (1991/2000).
Se quiser ver os números por estado e município CLIQUE AQUI!

quinta-feira, 18 de novembro de 2010

O QUE É UM CHEFE?





Andei pensando numa boa definição para a palavra CHEFE e cheguei a seguinte conclusão:
No setor privado, CHEFE é um quadrúpede que acha (uma vêz que CHEFE não pensa) que evoluiu simplesmente porque se locomove com as duas pernas. Pago para cobrar dos funcionários presença e produtividade. Normalmente se faz presente diariamente e cumpre a risca o horário da empresa, uma forma de fiscalizar os horários de chegada e saída daqueles que trabalham mais e recebem menos. Apoia-se na falsa idéia de poder (conquistado através da "bajulagem"), com isso, faz rotineiramente ameaças de demissão, mesmo quando a mão de obra encontra-se escassa.



Normalmente esse tipo de CHEFE possui formação superior (preferencialmente cursado em faculdade federal), antes de assumir deve ter comprovado experiência profissional e se não for parente ou amigo íntimo do proprietário da empresa deve ter apresentado uma carta de recomendação...
No serviço público, o CHEFE já é um bípéde, dito homem de confiança do "asno superior" - Aquele que evolui em retrocesso. Posssui muita semelhança com o CHEFE do setor privado sendo que, algumas vezes, não possui vínculo trabalhista, é tudo na base da "confiança". Muito bem pago para ser um verdadeiro capacho, uma marionete que acha (como eu disse antes, chefe não pensa) que se movimenta por vontade própria. É o tipo de pessoa que confunde a lingua inglesa com a portuguesa - em ingles, o verbo To be, tanto pode ser utilizado como ser ou estar, então o nomeado ou convocado acha que é o CHEFE, no entanto ele está sendo o CHEFE. Dessa forma apoia-se na falsa idéia de poder para cobrar dos servidores, apenas a presença, uma vêz que nesse caso, produtividade não é prioridade! Pode ter escolaridade de nível superior, não que isso seja uma exigência; importante mesmo é conhecer o alfabeto, mesmo que não saiba usá-lo corretamente; extremamente essencial e fundamental é, se acaso não possui parentesco com algum dos que foram donatários no período da exploradora colonização brasileira e a criação das capitanias, verdadeiramente hereditárias, é apresentar uma carta de recomendação, expedida oficiosamente por um represetante político.
Eu poderia ficar o dia todo somente descrevendo sobre essa categoria profissional, mas vou me conter. A culpa dessa vergonha é nossa, pois somos nós quem os elege periodicamente.
Nesse contexto histórico somos os verdadeiros Neandertais! 
ATÉ QUANDO???

segunda-feira, 15 de novembro de 2010

FLAGRANTE - O DESCASO CONTINUA


CRIANÇAS CONTINUAM VIVENDO DO LIXÃO
Fonte: Gazeta de Alagoas

O Jornal Gazeta de Alagoas trouxe neste Domingo (14) uma matéria "flagrante", no meu ponto de vista soa mais como uma denúncia - e que seja interpretada dessa forma!
O famoso e deplorante "cartão postal" de Maceió - o Lixão de Cruz das Almas, local que já foi palco de tragédias envolvendo a morte de uma criança vítma do descaso social (que esta não seja esquecida), desativado desde o mês de abril, ainda conserva um cenário de natureza selvagem e vergonhosa onde urubus e crianças disputam o espaço e dividem o que sobrou!
Gostaria de parabenizar o trabalho da imprensa no momento em que, mesmo "a propaganda oficial declarando não haver mais crianças escalando a montanha de entulhos acumulados ao longo de quatro décadas" desde o seu fechamento, a reportagem tem visitado o local e constatado não ser esta declaração uma verdade, mas sim apenas mais uma propaganda eleitoreira e politiqueira!
Nesta reportagem foram entrevistadas duas crianças, uma de oito anos e outra de nove anos, que na ocasião, "monitorados por centenas de urubus acostumados aos "nutrientes" do que nossa sociedade sempre descartou, juntava cacarecos para revenda pelos failiares! De acordo com o Jornal, ambos chegaram logo cedo no lixao e estavam maltrapilhas usavando  fardas de operários da construção civil e mesmo sendo orientados a se afastarem das câmeras de reportagem, no intuito de evitar a repercurssão jornalísticas de suas histórias  optaram pela manutenção do diálogo com a reportagem.
Esses garotos, assim como tantos outros, são frutos da geração que sempre dependeu da montanha de lixo para matar a fome. Uma catadora, cujo sustento do filho de 17 anos provem do antigo lixão, explicou que os meninos nasceram brincando no meio do lixo, e essa dura realidade ainda não mudou!
"Todo dia a gente entra no lixo procurando garrafa de vidro ou então latinhas. Entrego tudo ao meu avô" explicou um deles enquanto o outro afirmou "Eu não ganho nada não. Fica tudo com meu pai. Nem tenho dinheiro para comprar coisa."
O desenrolar da matéria chega a ser chocante, principalmente quando o redator faz questão de expor os diálogos dos meninos, quando disse estar fora da escola e recebeu a provocação do parceiro de indigência. - Isso é porque seu pai ainda bebe muita cachaça e não cuida de você. Disparou o contra o coleguinha.
- Pior é sua mãe, que fuma muita maconha e também esquece de você!
O lixão de Cruz das Almas está desativado há sete meses. Depois de quarenta e dois anos de funcionamento, mortes (inclusive de crianças) e processos na justiça, este deveria ter sido literalmente fechado aos catadores de entulhos, segundo determinação da Política Nacional de Resíduos Sólidos, sansionada pelo presidente Luiz Inácio Lula da Silva. Esta determinação ainda prevê multa ao município que permite a continuidade da degradante atividade.
Na atualidade o que se vêr é, antes e depois da passagem dos tratores da empresa responsável pela recuperação do lixão, através da compactação dos detritos, na verdade não há obstáculo à presença de adultos e crianças no absurdo local insalubre.
Depois de tantas promessas e de tantos cadastros feitos pela municipalidade, os moradores da Vila Emater II já não acreditam na possibilidade da substituição de suas moradas. Mesmo assim sonham com o saneamento básico que deverá livrá-los do esgoto à ceu aberto tão nocivo, não só a criançada mas tambem a todos os moradores da comunidade.
Recentemente eu estive na CTR (Central de Tratamento de Residuos) de Maceió-AL, no entanto não consegui acesso para verificar o seu funcionamento.
SURPRESA
Essa foi a reação do Secretário Municipal de Assistencia Social, Francisco Araújo, quando entrevistado pela equipe do Jornal Gazeta. "Para mim isso é novidade. Não deveriam estar lá de jeito nenhum. Vou acionar agora o Conselho Tutelar daquela área para verificar a situação e responsabilizar os pais destes meninos". Afirmou ainda, que os garotos entrevistados no lixão, tem acesso a escola e seus genitores recebem cêstas básicas para alimentá-los com regularidade. Informando que este é um trabalho custeado pela prefeitura municpal como forma de facilitar a vida de quem perdeu a renda com o fechamento do lixão. Falou ainda que o Programa Bolsa Família, do governo federal, beneficia 300 famílias das duas vilas nos arredores do lixão.
COMENTÁRIOS FINAIS 
A realidade é que já não acreditamos na existência de uma política séria! Socialistas, pmdebistas, tucanos, petistas, pedetistas, psolistas, são denominações que servem apenas para amontoar "grupinhos" na disputa cirrada pelo poder.
Não queremos apenas, vias pavimentadas e montanhas de concreto, precisamos de saúde, segurança e em paralelo a essas duas ações, educação.
O que esperar do futuro quando o cenário político não se "desenha" de forma diferente ao do passado? Mesmo quando surge um nome novo no cenário, o mesmo não passa de um cavalo no jogo de xadrêz e nós,  pobres eleitores somos os peões.
Será memo que nos conformamos com tão pouco?

terça-feira, 2 de novembro de 2010

LESSA ACREDITA EM PAPAI NOEL

Lessa afirna ter provas de crime eleitoral
O candidato derrotado no segundo turno das eleições para governador em Alagoas, Ronaldo Lessa (PDT) afirma que vai recorrer na justiça. Ele afirma que a derrota sofrida foi devido aos meios ilícitos do então Governador reeleito Teotônio Vilela Filho (PSB). De acordo com Lessa as provas que o mesmo possui é suficiente para impedir a posse de Teotônio e, como a diferença de votos entre eles é considerada pequena, há chances de nulidade das eleiçõea para governador em Alagoas.
Lessa, durante entrevista no Hotel Colônial, na Ponta Verde afirmou ter havido compra de votos nos bairros de Bebedouro e a aquisição de ouvinos e bouvino para doação em campanha.

ELEIÇÕES
Nas urnas, Lessa que já foi governador em Alagoas, liderou nas primeiras seções mas, muito rapidamente começou a perder posição para Teotônio Vilela. As pesquisas também sempre apontaram Teotônio como o candidato que seria eleito.
Lessa venceu as eleiçoes com 712.789 votos (52,74%) contra 638.762 (47,26%), com uma diferenaça de 74.027 votos que Ronaldo Lessa acredita reverter através de um processo judicial.

domingo, 31 de outubro de 2010

ELEIÇÕES 2010 - NÚMEROS OFICIAIS

ELEITA A 1ª MULHER PRESIDENTE DO BRASIL
DILMA ROUSSEFF (PT)


Dilma Rousseff Eleita presidente do Brasil com 55.752.508 votos (56,05%)


TEOTÔNIO VILELA (PSDB) É REELEITO GOVERNADO DE ALAGOAS


Teotônio Vilela eleito governador de Alagoas com 712.789 votos (52,74%)


Números das Eleições para Governador no Estado de Alagoas

*Teotonio (PSDB) - 712.789 (52,74%)
Lessa (PDT) - 638.762 (47,26%)

Eleitorado - 2.033.518
Comparecimento - 1.496.646 (73,60%)
Abstenção - 536.872 (26,40%)

Total de Seções - 5.641

Votos Válidos - 1.351.551 (90,31%)
Votos Brancos - 38.608 (2,58%)
Votos Nulos - 106.487 (7,12%)

Governadores Eleitos no Segundo Turno:

Alagoas - Teotônio Vilela Filho (PSDB) - 52,73%
Amapá - Camilo Capiberibe (PSB) - 53,77%
Goiás - Marconi Perillo (PSDB) - 52,99%
Pará - Simão Jatene (PSDB) -  55,74%
Paraíba - Ricardo Coutinho (PSB) - 53,70%
Piauí - Wilson Martins (PSB) - 58,92%
Rondônia - Cafúcio Moura (PMDB) - 58,68%
Roraima - Anchieta (PSDB) - 50,41%

fonte: TSE

ELEIÇÕES 2010 - 2º TURNO

Daqui a pouco saberemos quem irá presidir nosso país por possíveis quatro anos. O último estado brasileiro a concluir o processo de votação será o Acre, às 19h, horário de Brasília. José Serra ou Dilma, um que chamamos de oposição  outro que chamamos situação, um que chamamos neoliberal e outro que chamamos social. Um que acreditamos ser inexperiente para administrar um País como o nosso e outro que tememos a terror da privatização desenfreada. Social ou Neoliberal um deles irá governar nosso Brasil.
Não importa em quem o senhor ou a senhora tenha votado, uma vez que tenha sido consciente e com esperança, que social ou neoliberal possa fazer do Brasil um País com menos diferenças sócioeconômicas. Que a justiça seja justa que, mesmo cega se lembre de usar os outros sentidos, afinal  temos cinco! Que a educação seja valorizada e respeitada, que os serviços de saúde sejam de qualidade apreciável e que seja um direito de todos, assim como os serviços de segurança.
Social ou Neoliberal, que a nossa constituíção seja respeitada!
Que o nosso País seja o País do futuro.
Em Alagoas as palavras são as mesmas, Ronaldo Lessa ou Téotonio Vilela, quem vencer nas urnas, que vença com honestidade, e que seja leal ao povo que o elegeu e mostre a diferença ao povo de opinião contrária!
Que possamos todos, ao término desse novo mandato eleitoral, sermos todos vitoriosos!

quinta-feira, 21 de outubro de 2010

MINHA CASA MINHA VIDA - MARKET POLÍTICO


O programa do governo federal intitulado Minha Casa Minha Vida, que prevê a construção de 01 milhão de casas no país, de acordo com meu ponto de vista não passa de market político. Eu explico!
Primeiramente voltemos um pouco ao passado sem entrar nos detalhes, não precisa ir muito longe para perceber que programas de habitações populares sempre existiram. A grande diferença do atual programa para os demais está nos números divulgados e a atual situação econômica que estamos vivendo no país.
É importante salientar que das um milhão de casas previstas para serem construídas, apenas 40 mil são realmente destinadas a população de baixa renda - de 0 à 3 Salários Mínimos, ou de maneira irônica e sarcástica - de Bolsa Família à 3 Salários Mínimos. No entanto, devido ao impacto, o número divulgado é de 01 milhão de Habitações de Interesse Social.
Mais uma vêz, de acordo com meu ponto de vista, a palavra que mais está pesando é a palavra "Social".
Em Maceió-AL, o Vale do Reginaldo está sendo todo modificado, casas estão sendo demolidas e novas unidades residenciais estão sendo construídas. De acordo com algumas informações coletadas também está sendo executado o saneamento básico local e estão construídas uma unidade de saúde, uma escola e  uma creche além das pavimentações que estão previstas. Na orla lagunar aluns empreendimentos foram construídos e o saneamento está sendo executado. De fato é possível perceber progresso nessas construções. A verdade é que por fora e visto de longe, estes empreendimentos tem boa aparencia, mas visto de perto e principalmente se visto por um profissional de Engenharia ou Arquitetura a qualidade dos processos tecnológicos aplicados na construção destes é de baixa qualidade. Este fato poderá ser melhor notado se observarmos alguns empreendimentos que estão surgindo, no mesmo momento, na parte alta da cidade (nas proximidades do mais novo centro comercial de Maceió).
 São empreendimentos destinados a população com renda superior a 3 salários mínimos, na prática somente quem recebe acima de 3 salários é quem verdadeiramente podem adquirir tais imóveis. Os locais aonde estão sendo implantadas estas unidades habitacionais, apesar de ser distantes do centro da cidade e da orla marítima, são locais estrategicamente bem situados (de fácil acesso), já os empreendimentos destinados a comunidade de baixa renda estão situados em locais distantes, muitas vezes desprovidos de unidades de saúde, transporte coletivo e escolas públicas. Um exemplo claro disto pode ser bem observado no Conjunto Paulo Bandeira, quando mostrado pela mídia a referência é o conjunto Cidade Sorriso e o Conjunto Benedito Bentes, no entanto eu prefiro usar a Central de Tratamento de Resíduos Sólidos Urbanos como referencia, vão até lá e entenderão o porque!
Outra falha que observo no mais novo Programa de Habitação Nacional é o fato de so citar residencias habitacionais. E quanto ao Social?
Eu entendo como habitação um local onde se pode viver e para viver não dependemos apenas de um teto e quatro paredes, dependemos também de saúde, educação, transporte, emprego e lazer!

domingo, 3 de outubro de 2010

ELEIÇOES 2010 - 1º TURNO

Com 99,62% das urnas apuradas no 1º turno das eleições 2010 já era possível perceber que o futuro governador de Alagoas seria decidido no segundo turno. O que não estava definido ainda era quem seria o adversário do candidato Teotônio Vilela Filho (PSDB), se Ronaldo Lessa (PDT) ou o ex-presidente Fernando Collor de Mello (PTB), ambos com 29,17% e 28,80% dos votos válidos respectivamente.
O candidato à reeleição, governador Teotônio Vilela Filho (PSDB) liderou as eleições em quase todos os municípios alagoanos.
Com 99,85% da apuração das urnas em Alagoas ficou claro que a disputa seria entre Teotônio Vilela e Ronaldo Lessa, uma vêz que Collor contava com 388.688 votos contra 393.773 votos de Ronaldo Lessa e so restavam apurar aproximadamente 3.000 votos.
Faltou a Collor aumentar o número de "fãs"?
Já a disputa para presidente ficará para ser decidida tambem no segundo turno com a candidata da situação Dilma Rousseff (PT) sendo a mais votada e o segundo mais votado o candidato José Serra (PSDB).
Apesar de não ter chegado ao segundo turno, a candidata Marina Silva, deve considerar-se uma pessoa vitoriosa, afinal de contas poucos a conheciam e em pouco tempo conseguiu levantar um expressivo número de votos que poderá beneficiar um dos candidatos que passaram para o segundo turno.
Agora um momento de reflexão:
Questiono-me com relação ao candidato a governador de Alagoas, Jeferson Piones(PRTB): O que faltou na sua campanha para não últrapassar a marca dos 0,43% das intensões de voto?
Seria interessante que candidatos como Mário Agra (PSOL), Tony Clovis (PCB) e Jeferson Piones (PRTB) gravassem sua trajetória de campanha política para corrigir seus erros e, não responsabilizem a pouca aceitação na falta de dinheiro. Na minha opinião se há algo nesses candidatos que precisa ser trabalhado é a postura como se dirigem aos oponentes. Na verdade nem parecem que estão disputando uma eleição. Momento de fazer acusações e as provar candidatos é agora, foi em anos anteriores, será após as posses dos eleitos e não durante campanhas eleitorais, quando o que o povo quer é projeto de melhorias para a cidade.
Para fazer "barraco" nem a candidata ao Senado, Heloísa Helena (PSOL) levou a melhor! Alagoas será representada no senado por Benedito de Lira(PP) e Renan Calheiros(PMDB). Isso prova que "barulho não ganha eleição"!
Bom a curiosidade ainda ficará quem Marina Silva apoiará e no caso de Alagoas quem Collor apoiará!

sábado, 2 de outubro de 2010

VOTO BRANCO X VOTO NULO


Recebi, recentemente um e-mail de um amigo e sinceramente fiquei preocupado, afinal de contas trata-se de mais um boato de internet!
Por incrível que pareça, estavamos eu e meu Pai discutindo a respeito de que não somos obrigados a votar em quem não queremos, mas ele já dizia que não era bem assim, que devemos votar seja lá em quem for.
Vejam bem caros amigos, votar é um DIREITO que foi conquistado pelo Povo e NÃO um DEVER! Portanto, trata-se de um Direito (conquistado) sendo assim é um Direito, Meu e Teu, não estar de acordo com nenhuma proposta apresentada pelos candidatos e com  isso manifestar nossa insatisfação anulando o voto (voto nulo).
Não devemos confudir o Direito de escolher nossos representantes políticos com o Dever de registrar nossa presença na urna de nossa secção eleitoral no dia da eleição! Este gesto simplesmente é o exercício da cidadania. Você tem o direito de demonstrar sua satisfação, insatisfação ou seu conformismo.
No entanto, o voto branco aparece como opção na urna eletrônica e serve meramente para fins estatísticos, não tendo efeito algum sobre a eleição em sí  de acordo com a lei Nº 9.504.
A verdade é que votar em Branco não altera os resultados das eleições, é como se você estivesse concordando com o candidato mais votado.
O texto abaixo não é de minha autoria, trata-se de um boato que circula pela internet:

"VOTO BRANCO E VOTO NULO: DIFERENÇAS DESCONHECIDAS

A importância do voto nulo em uma eleição e o motivo do governo não ressaltar essa importância perante a população.
Se você não sabe em quem votar nas próximas eleições, vale a pena saber sobre voto BRANCO e NULO!
Os votos em BRANCO significam "TANTO FAZ" e são acrescentados ao candidato de maior votação no último turno. Ou seja, se existem dois candidatos Tubarão e Galinha, Tubarão termina com 52% dos votos, Galinha recebe 35% dos votos, 10% são votos em branco 3% são nulos, isso significa que 3% dos eleitores não querem nem Tubarão nem Galinha no poder, mas 10% dos eleitores estão satisfeitos tanto com Tubarão como com Galinha, o que vencer está bom. Neste exemplo, Tubarão tem uma aceitação de 62% do eleitorado. (52% + 10% dos votos em branco). O voto em branco é um ato de conformismo.
Já o voto NULO é um protesto válido. Ele quer dizer que o eleitor não está satisfeito com a proposta de nenhum candidato e se recusa a votar em um ou outro. Esse tipo de voto é importante e é o que efetivamente faz a democracia, pois a existência dele permite que o eleitor manifeste a sua insatisfação.
O problema é que existe muita pressão para a escolha de um candidato e pouca explicação do que escolher significa. Explicam como votar em um candidato ou como votar em branco, mas ninguém explica como anular um voto. Pois bem, para anular um voto é preciso digitar um número inexistente no número do candidato. Se um eleitor experimenta votar em branco, o terminal eletrônico avisa "Você está votando em branco" e então o eleitor pode confirmar, ou corrigir. Mas se o eleitor coloca um número inexistente num terminal, ele acusa "Número incorreto, corrija seu voto". Assim, os votos NULOS são desencorajados. Por que os votos nulos são desencorajados? Por que ninguém fala deles?
E por que eu falo deles? Porque, se na eleição entre Tubarão e Galinha, Tubarão terminasse as eleições com 42% dos votos e Galinha com 30%, 10% de brancos e 18% nulos as eleições teriam que ser repetidas e nem Tubarão e nem Galinha poderiam participar das eleições naquele ano. Ou seja, o voto nulo, do qual ninguém fala e que o terminal acusa como "incorreto, é o único voto que pode anular uma eleição inteira e remover do cenário todos os candidatos daquela eleição de uma só vez".
Se nenhum dos candidatos conseguir maioria (mais de 50%) no último turno, as eleições têm que ser canceladas! Os candidatos são trocados e novas eleições têm que ocorrer.
Então, contribuindo para a campanha do voto consciente, se alguém estiver votando em Tubarão ou em Galinha, mas preferia não votar em nenhum dos dois, pode optar pelo voto INCORRETO, o voto NULO.
Não seja obrigado a votar em quem você não quer no poder!"

segunda-feira, 20 de setembro de 2010

EM QUEM VOTAR?

Esta noite (20/09), às 23 horas foi transmitido pelo sistema pajuçara de comunicação (filial da rede record em Maceió/AL) e pelo portal tudo na hora, um debate entre os seis candidatos ao governo do Estado de Alagoas e concluí que nenhum dos atuais (e antigos) candidatos merece o meu voto.
Não consigo acreditar em projetos apresentados por candidatos que já fizeram e ainda fazem parte do atual cenário político. Principalmente, quando todos eles demonstraram claramente ter conhecimento da atual situação em que se encontra o Estado de Alagoas: falência do sistema educacional, aumento da violência, precariedade no sistema de saúde, desvalorização dos servidores públicos, desemprego, falta de incentivo para atrair empresas, aumento na dívida do Estado, enfim...
Minha descrença aumenta ainda mais quando vejo um covarde não assumir suas responsabilidades e, ainda ter o cinismo de ir aos programas de comunicação mentir descardamente pondo a culpa nas gestões anteriores (como se estes não fossem). Contudo se voltarmos no tempo,veremos que eles mesmos são as gestões anteriores: Ronaldo Augusto Lessa Santos foi prefeito em Maceió no período de 1993 a 1996 e governador em Alagoas no período de 1999 a 2006 atualmente candidato a governo pelo PDT; Fernando Collor de Mello foi prefeito de Maceió no período de 1979 a 1982, governador de Alagoas no período de 1987 a 1989 além de que já foi senador e presidente da república,  atualmente concorre na eleição a governo pelo PTB; Teotonio Vilela Filho, assumiu o governo em 2007, foi senador em 1986 (o mais jovem candidato até então eleito para o cargo), reeleito ao senado em 1994 e atualmente é candidato a reeleição ao governo de Alagoas pelo PSDB.
Caros leitores, não se enganem, o ditado é claro e diz que "cabeça foi feita pra pensar", então por favor senhores e senhoras sejamos no mínimo sensatos: se o Estado de Alagoas tem problemas, seja lá de qual natureza for, a culpa só pode desses crápulas que nada fizeram no cumprimento de suas obrigações e acusam uns aos outros nos progrmas de debates transmitidos pelas redes de comunicação.
E quanto aos outros candidatos... até apresentam algumas propostas, contudo se o tempo de fala concebido  for de um minuto e meio, um minuto e vinte é só de acusações sérias aos demais. 
Aproveito a oportunidade para sujerir que nos próximos programas coloquem a classificação indicativa de censura (21 anos). 
Já era obvio que tres dos candidatos a governo do Estado de Alagoas (Tony Cloves-PCB; Jeferson Piones-PRTB e Mário Agra-PSOL) são candidatos de fachada, ficando a verdadeira disputa entre os demais (Fernado Collor-PTB; Ronaldo Lessa-PDT e Teotonio Vilela-PSDB).
No último bloco do programa, o candidato Mário Agra resumiu muito bem o debate, em poucas palavras comentou as acusações apresentadas pelos candidatos participantes como sendo acusações de fraude, corrupção... Acusações estas, suficientes para por atrás das grades ou até mesmo exilar esses mentecapios ignóbeis.
Mas, infelizmente, no dia 03 de outubro o senhor ou a senhora irá exercer o seu direito obrigatório de cidadão depositando nas urnas o voto que irá ajudar a eleger um desses  acusados e acusadores para ser o nosso governador. Assim é a democracia em um país onde há liberdade de expressão! Esta é apenas  a minha opinião!

sábado, 4 de setembro de 2010

COMO CRESCE MACEIÓ - (TRANSITO CAÓTICO)


Quem não sofre com o trânsito nas grandes cidades?
Maceió-AL apesar de não ser considerada uma grande cidade (se comparado com as grandes metrópoles), demonstra sinais de um crescimento desenfreado muito mal planejado, se é que houve algum planejamento!
Imagine então numa sexta-feira que antecede um feriadão (para alguns), os maceioenses ansiosos para saírem da cidade, mas que para isso terão que enfrentar um engarrafamento de aproximadamente 3,00 quilômetros numa das principais avenidas da cidade. Pode parecer pouco mas, experimente enfrentar um engarrafamento destes no calor da região nordeste, dentro de um transporte coletivo lotado ou, em um automóvel sem  aparelho condicionador de ar!
De acordo com o que fora publicado nos jornais, o fato ocorreu devido a um acidente com vítima fatal na madrugada de sexta feira (03)  e por conta disto os semáforos da Av Fernandes Lima, encntravam-se todos apagdaos.
É verdade que o transtorno não ocorreu em um final de expediente, mas pegou muita gente desprevinida dirigindo-se ao trabalho.
Esse episódio, em particular teve como desculpa o acidente, porém, engarrafamentos na Av Fernandes Lima é muito comum, mesmo com todos os sistemas semafóricos funcionando em perfeita normalidade!
Com o intuito de melhorar o fluuxo de veículos na cidade, foram criados viadutos, alças viárias,  já perdi as contas de quantos semáforos já foram instalados (inclusive em uma rotatória) e de retornos de quadras,  quanto ao escoamento de veículos, a condição só não é a mesma, porque está cada vêz mais lento. A cidade está crescendo sem opções de vias de escoamento.
E como não poderia ser diferente, um bom crescimento urbano depende de boas práticas políticas e, vou mais além, de liderança política e não apenas de gestores com muita vontade e sem nenhum conhecimento!

quarta-feira, 1 de setembro de 2010

CHEIA - MURICI-AL

Recentemente tenho publicado vários artigos tratando das cidades alagoanas que foram vítimas das cheias do mês de junho deste ano. Na verdade, não tive como visitar os locais afetados, contudo, tenho familiares e amigos que foram atingidos por este fenômeno (a maioria residentes em União dos Palmares-AL). As publicações sobre este tema, tem sido proveniente de leituras realizadas na web, em revistas, jornais e de entrevistas realizadas por pessoas que acreditam neste trabalho. A estes, fica portanto os meus agradecimentos.
Aos amigos leitores, peço apenas, encarecidamente que nos ajude a manter este blog vivo e sempre trazendo temas que sejam relevantes e do interesse de todos. Através de seus comentários será possível enriquecer cada vêz mais este blog, e se explicitarem seus e-mails, responderei a cada um de vocês com toda satisfação. Portanto, fica aqui também registrado o meu sincero agradecimento a todos vocês, que valorizam este trabalho!
Dando seguimento ao tema "CHEIA", com relação a cidade de Muricí-AL, ainda ontem conversava com um amigo, que possuia um estabelecimento comercial nesta cidade, e este me dizia da situação a qual encontra-se a população: "...antes de tudo, muitos são os desabrigados e desalojados, aguradando a entrega de barracos que deverão ser instalados na cidade; Existem algumas tendas que se encontram em locais muito próximos às margem dos rios e, onde nem sequer fora trabalhado o solo para suas instalações!  Há também algumas tantas famílias que estão abrigadas em um ginásio; quanto a alimentação é desumano até mesmo falar..."
Coindidentemente, lí hoje, uma matéria publicada no site da gazetaweb, falando justamente de Murici-AL.

A matéria trata de um bloqueio realizado, hoje pela manhã  na rodovia BR104, em forma de protesto quanto a situação a que estão submetidos. 
São 115 famílias abrigadas em um ginásio poliesportivo e 400 famílias distribuídas em 4 galpões na BR 104; Quanto aos alimentos que lhes são enviados diariamente, estes chegam com atraso e estragados.
De acordo, com osmoradores, já estão montadas barracas para onde estes deverão serem transferidos, no entanto ainda não foi possível realizar a transferencia dos mesmos, porque ainda não foram executadas as instalações elétricas no local onde se encontram montadas as barracas. A previsão para o término das instalações elétricas, nas barracas, de acordo com o Técnico da Secretaria do Estado do Meio Ambiente e Recursos Hídricos, Carlos Goes,  é para o dia 03 de setembro (sexta-feira), dia este em que estarão sendo locadas, as famílias em 485 barracas.
O bloqueio da BR104 se deu por aproximadamente 2 horas e gerou um congestionamento de cerca de 5 quilômetros.
Certamente, alguns motoristas que trafegava por este trecho, no momento do bloqueio, deve ter se irritado muito com os manifestantes. Posso até imaginar alguns xigamentos possivelmente proferidos. Tal comportamento é até compreensível, quando advém de trabalhadores que precisam cumprir seus horários. Ou ainda de um parente de um enfermo ou acidentado, quando este se dirige em socorro à vítima! É que nesta hora, despertamos nossos sentimentos mais egoístas, contudo, os verdadeiros merecedores dos xingamentos é de fato o Governo, a burocracia, o Sistema Corrupto, o falso filantropismo com suas falsas ONGs.
Não queiramos nós, nos encontrarmos na mesma situação de miséria que se encontram nossos "vizinhos".
Todos os dias, exatamente todos os dias, nós investimos na riqueza de uns e na pobreza de outros. Não se assuste com o que acabou de ler! Somos nós mesmos, os verdadeiros culpados dessa desigualdade social e econômica. 
Outubro se aproxima, neste mês, poderemos estar entregando a responsabilidade da construção de um futuro melhor, nas mãos daqueles que, farão sim, um futuro melhor, mas não para nós, não para aqueles que realmente precisam. Portanto, meus caros amigos, somos nós os responsáveis pelas nossas escolhas. Com essa mensagem, gostaria de convidá-lo ou convidá-la, a lembrar dos moradores de Muricí, Branquinha, Santana do Mundaú, União dos Palmares e outras cidades alagoanas e também pernambucanas, vítimas de lamentáveis tragédias, na hora de escolher o seu voto!

segunda-feira, 30 de agosto de 2010

CHEIA - ALAGOAS TEM PRAZO PARA EXECUTAR OBRAS

Recentemente publicamos um post sobre a cidade do interior de Alagoas, Santana do Mundaú, relatando sobre a situação a qual se encontra depois de 69 dias da tragédia que arruinou com a cidade. Como todos bem sabemos, Santana do Mundaú não foi a única cidade atingida pelas fortes chuvas e nem tampouco é a única cidade que ainda apresenta um quadro de calamidade pública.
No dia 26 de agosto, atravé de uma portaria publicada no Diário Oficial da União (DOU), o Ministério da Integração, oficializou o repasse de R$ 200.000.000,00 (duzentos milhões de reais) para que o Estado de Alagoas aplique em obras de recuperação das cidades atingidas pelas enchentes ocorridas no último mês de junho.
As chuvas do mês de junho, atingiram 19 cidades e deixou um saldo de aproximadamente 200 quilômetros de estradas destruídas, além de milhares de desabrigados.
O Governo Federal contabilizou o valor de repasse total em R$ 275 milhões, tanto para Alagoas como também para Pernambuco; foram R$ 50 milhões destinados a limpeza das ruas e realização de reparos nas cidades; R$ 25 milhões destinados a compra de alimentos, remédios e mantimentos emergenciais e por fim R$ 200 milhões, conforme mencionado.
De acordo com a portaria 566 o prazo é de 360 dias com efeito retroativo à data de 14 de julho de 2010.
Fica portanto, a informação que a verba de recuperação dos municípios existe e tem prazo, cabe aos gestores fazerem uso de forma devida e em tempo hábil desta e cabe a sociedade exigir o cumprimento da Lei em benefício dos próprios direitos!

sábado, 28 de agosto de 2010

CRATERA EM RODOVIA CAUSA ACIDENTE

AL 101 SUL
Uma cratera na rodovia AL 101 Sul, de acordo com o BPTran,  foi a causa de um acidente que deixou três pessoas feridas e uma morta neste 28 de agosto. A colisão envolveu um veículo Renaut Sandero prata que trafegava no sentido Coruripe - Maceió e duas motocicletas que se deslocava no sentido Roteiro - Jequiá da Praia. De acordo com informações do BPTran, na tentativa de desviar de uma cratera localizada na rodovia, o veículo Sandero colidiu com as duas motocicletas que vinham em direção oposta, o acidente culminou com a morte de um dos motoqueiros.
A cratera jé é de conhecimento de muitos que utilizam a rodovia, ela fica no trecho entre a praia do Gunga e a Lagoa Azeda, todo ano é realizado um recapeamento mas com as fortes chuvas do período a cratera sempre surge no mesmo local, só que desta vêz um acidente deixou uma vítima fatal.
Foi preciso interditar a via nos dois sentidos. O resgate contou ainda com a ajuda do salvamento aéreo do  Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) além de várias ambulâncias.
As demais vitimas foram conduzidas direto ao HGE, onde foram receberam atendimento de urgência.

SANTANA DO MUNDAÚ - 69 DIAS APÓS A TRAGÉDIA DA CHEIA

Cabeceira da Ponte de Santa do Mundaú. fonte: http://folhaserrana.blogspot.com
Santana do Mundaú, é uma  das cidade do interior de Alagoas  que sofreu com as cheias do nordeste deste ano. Passados 69 dias da ocorrência, a cidade continua em ruinas, como que esquecida pelas autoridades políticas.
Lucinaldo Silva, atual secretário de obras do município de Santana do Mundaú informou em entrevista do portal da gazetaweb que a cidade continua sobrevivendo de "defasados paliativos", relatou ainda que até agora foram montadas dez barracas, todavia em local inadequado e sem um devido planejamento para as instalações (talvez devido o cárater de urgência).
É importante salientar que, ainda em entrevista ao portal da gazetaweb Lucinaldo Silva informou que a coordenadora de defesa civil do município, a odontóloga Rita Bittencurt, entrou em contato com Brasília e aguarda respostas de seu relato sobre a situação catastrófica em que se encontra a cidade.
É triste ler o relato de Lucinaldo, principalmente quando demonstra sua preocupação com o isolamento de 50% dos moradores da zona rural, devido a destruíção de uma ponte.
Interessante é, que ainda hoje, durante um programa de telejornal local mostrou-se a euforia "heróica" de militares das forças armadas, retornados de uma missão no Haití e durante o programa ficou claro que outra equipe está sendo preparada para ser enviada ao Haití mas, de acordo com o portal da gazetaweb, segundo Lucinaldo Silva, o governador de Alagoas e candidato a reeleição, Teotonio Vilela Filho, prometeu conseguir junto ao exército, no Rio Grande do Sul, uma ponte móvel, mas até agora não passou de mera promessa do governador candidato!
Uma das preocupações expressas pelo secretário de obras de Santana do Mundaú são com as pessoas da terceira idade que vêm sofrendo de depressão. Somente até esta sexta-feira (27/08) foram contabilizados 17 mortes de idosos.
"Eles já estão velhos e não suportaram o que viram, entraram em depressão e morreram. Nossa cidade precisa de ajuda. Não pode ficar assim", relatou Lucinaldo Silva ao portal gazetaweb.
Aproveito a oportunidade para dizer que, qualquer um dos representantes políticos, eleitos pelo povo, que faça algo por esta cidade, não estará fazendo nada além do que o cumprimento de seu dever, e se nada fizerem ou se tardam a se pronunciar é somente uma demonstração que verdadeiramente são incompetentes para assumirem o cargo em que estão.

sexta-feira, 27 de agosto de 2010

FIQUEM ATENTOS ÀS MUDANÇAS NO TRÂNSITO

Devido às obras de substituíção, ampliação e modernização da rede de distribuíção de água de oito bairros localizados na parte baixa da Maceió, foi necessário a intervenção da SMTT para modificar e controlar o fluxo de veículos em alguns trechos da cidade. Hoje a partir das 9h, parte da Avenida Comendador Leão terá meia pista inteditada, sendo livre apenas para circulação de ônibus e veículos longos. Já veículos de passeio terão como opções de desvio as ruas: Carlos de Miranda, Evao José Gulandim Souza, Dr. José Milton Correia ou Avenida Brasil. A interdição deverá ocorrer até às 17 horas de hoje, sendo prevista a continuidade dos serviços em uma segunda fase nos dias 28 e 18 do mês subsequente.

quarta-feira, 25 de agosto de 2010

OPORTUNIDADE DE EMPREGO - CONSTRUÇÃO CIVIL

O SINE-AL está disponibilizando vagas para profissionais da Construção Civil, resultado do crescimento econômico e do número de novos empreendimentos surgindo cada vez mais no cenário maceioense.
As vagas estão distribuídas da seguinte forma:
São 3 vagas para Topógrafo Prático ou Técnico em Estradas, essas vagas são para contratação imediata e para concorrer a uma vaga, o candidato deve procurar a servidora Ana Lucena na central de vagas do SINE-AL, localizado na Rua Dr Silverio Jorge, nº 368, no bairro do Jaraguá, munidos de currículo que comprove experiência profissional;
Há também, 6 vagas para Pedreiro e 6 vagas para Servente de Pedreiro, os interessados deverão se dirigir a Central de Vagas no SINE-AL, localizado no bairro de Jaraguá, munidos de currículum no dia 1º de setembro às 8:30 horas, ocasião esta em que será realizada uma estrevista com cada candidato.

Para os interessados em outras vagas de emprego, o SINE-AL dispõe de um serviço online, onde o cidadão pode cosnultar disponibilidade de vagas e até cadastrar seu currículum, para isso acesse o web site do sine: http://www.trabalho.al.gov.br/
Boa Sorte a todos!

domingo, 22 de agosto de 2010

COMO CRESCE MACEIÓ (parte 2) - MUDANÇA DE PARADIGMA

Sobre o cresimento urbano da cidade de Maceió, mencionamos alguns aspectos no artigo passado. Agora, diante das eleições, é comum nos programas eleitorais acusações de que "Fulano e Beltrano" não fizeram nada e, algumas vezes apontam propostas de melhoria, sempre enfocando o saneamento básico, o abastecimento hídrico, a saúde, a educação e a segurança. É prática comum dos candidatos à reeleição, apontar as dificuldades que encontraram no início do seu mandato pelos "rombos" deixados nos cofres públicos pela gestão anterior.
Sabendo que, a maioria dos que hoje são candidatos a algum cargo político, de alguma forma já faziam parte do cenário político, chego a conclusão (óbvia), que todos eram e são cientes das diversas condições que se encontrava e que se encontra o nosso Estado! Então, por que somente nesses momentos, vêm à tona, propostas repetitivas já mencionadas por tantos e por tantos anos?
Observo também que, dificilmente encontraremos pessoas honestas para nos representar em qualquer cargo político e, honestamente já não sei o que é exercer a cidadania democrática se esses crápulas permanecem no poder por todo seu mandato. O que vejo são apenas as insatisfações conformadas das pessoas, destas mesmas que hoje são eleitores e que irão eleger MAIS SEIS, somente este ano: 1 Presidente, 1 Governador, 2 Senadores, 1 Deputado Estadual e 1 Deputado Federal!
Que vergonha essa propaganda do candidato à reeleição ao governo, quando aponta o Hospital Geral do Estado (HGE) como "Um Grande Feito", se ali encontramos a maior vergonha pública!
Governador, por que o Sr não mostra o índice de mortalidade da Maternidade Santa Mônica?
Caros leitores têm candidato se apoiando em experiências negativas passadas, justificando-se na pouca idade que tinha na época em que foi eleito, lembrando que o mesmo chegou a exercer o cargo de Presidente da República! Para se eleger, o mesmo foi bastante experiente... ou realmente precisamos mudar nosso paradigma na escolha do nosso representante (no que estou mais convicto)!
Prezados, recentemente elegemos um prefeito que ao que parece está sendo dentre os tantos que tivemos o melhor, mas eu me questiono o porque deste ser o melhor - por cumprir com PARTE de suas obrigações? Nesse caso, o melhor motorista de transporte coletivo, é aquele que para em todos os pontos, mesmo que dirija feito um louco, ou seria aquele que não para em todos os pontos mas, dirige dentro dos limites de velocidade estabelecidos.
Não devemos votar em um candidato somente porque em sua gestão foi construído um viaduto, ou porque o mesmo inaugurou duas ou três unidades de saúde, ou uma escola em um prédio alugado, ou porque o mesmo começou a executar o saneamento da cidade, resumindo, não devemos votar porque aquele ou aquela fêz algo, mas sim porque aquele ou aquela irá fazer (problema é saber quem vai de fato fazer algo).
Quando, em algumas vezes, tentamos nos desculpar por algo que fizemos usamos comumente a expressão - "águas passadas não movem moinhos", mas quando se trata de eleição o que move os moinhos dos candidatos, são de fato as águas passadas! Até mesmo de quem já fez tantas besteiras no poder público (quais não fizeram?)!
Fico imaginando se houvesse uma lei com a seguinte determinação (no mínimo):
Art Y parágrafo único:
É vedado à todo e qualquer representante político, juntamente com todos os seus parentes e familiares, o direito de usufruir de serviços privados, tais como:
- Saúde;
- Educação e
- Transporte
Entendendo como representante político todo aquele eleito pelo povo e os indicados pelos eleitos.
Jamais eu poderia me candidatar a nenhum cargo político; primeiramente porque os demais jamais atenderia este pedido, segundo porque não acredito na melhoria dos serviços públicos e para horar com minha palavra deveria manter minha família dependente dos precários serviços públicos! Meus parentes seriam os primeiros a solicitar a minha inelegibilidade, em seguida o meu extermínio!
Bom mas é isso caríssimos, precisamos crêr que o crescimento de uma Cidade, de um Estado ou de toda uma Nação depende do crescimento intelectual daqueles que o fazem - O POVO, e mudar nosso conceito de voto é o primeiro paradigma à ser quebrado!

quinta-feira, 5 de agosto de 2010

COMO CRESCE MACEIÓ parte 1

Os que conheceram Maceió há cerca de 20 anos, podem notar um crescimento radical da cidade nestes últimos anos. São centenas de imóveis surgindo, vias antes compostas em sua predominância total de residências hoje poucas são as residências e quando há, normalmente são edifícios de 8 ou mais pavimentos.
Atualmente, as previsões de crescimento são ainda mais assustadoras, fala-se de dezenas de centenas de unidades residênciais a serem implantadas. Esses empreendimentos pretende absorver todas as câmadas sócio-econômicas da sociedade.
Mas, a grande questão é... Maceió está preparada para um crescimento deste porte?
Na verdade o interesse maior está no capital, pois se observarmos o código de urbanismo da cidade, são destinados apenas 5% do total de área a ser construído para as instalações de equipamentos públicos, ou seja: posto de policiamento, terminais de transporte coletivo, unidades escolares, e unidades de saúde, contudo não há observação quanto às dimesnões mínimas dos lotes a serem destinados a tais equipamentos.
Na realidade, quando se diz respeito aos serviços públicos prestados, podemos dizer que a oferta já não atende a demanda. Com relação ao Programa de Saúde da Família, em toda Capital alagoana fala-se de 25% à 27% a quantidade de famílias cadastradas. Desta forma se a cidade continuar crescendo em número de habitações certamente teremos um deficit ainda maior.
Transitar na cidade, claro que nada comparado à São Paulo ou outra grande metrópole, mas convenhamos, ainda não somos uma grande metrópole, está quase impossível, embora tenhamos os transtornos com as obras de saneamento que vem sendo realizada em toda a cidade, obra esta esperada por quantos anos para sua realização?

E quando se trata de equipamentos públicos, não podemos simplesmente exigir que se deixe áreas para tal, existe todo um estudo relativo á equipamentos existentes no entorno e seu raio de influência, estudo relativo a previsão do crescimento urbano de modo que se possa estar instalando equipamentos públicos que não permitam a existências de áreas descobertas pelos serviços de atendimento público os chamados "vácuos", "buracos negros" ou "vazios".
Deve-se pensar na mobilidade, afinal qual a situação atual do maceioense com relação ao transporte público? Qual a situação do maceioênse com relação aos passeios públicos? E as áreas verdes?
Quando se fala em crescimento urbano é preciso pensar nos mais diversos impáctos por ele provocado, obviamente que como dizia Roberto Carlos em uma de suas canções "Não sou contra o progresso, mas apelo pro bom senso..."
A cidade precisará de mais vias de escoamento do trânsito, de mais espaço para depósito de resíduos urbanos.
Numa das reuniões em que participei algo me deixou intrigado, temos total consciência da ineficiência dos serviços públicos, tanto que de acordo com a renda familiar é possível prever se aquela família será usuária ou não dos serviços públicos e assim descartar ou não a instalação, naquele local, de equipamentos públicos. Então eu me pergunto por que a câmada da sociedade que tem renda familiar de mais de três salários mínimos mensais não quer usar os serviços públicos, acaso estarão estes insentos dos pagamentos de tributos e impostos?
Outra grande indagação é a seguinte: Um crescimento desenfreado deste nível, ainda que sejam realizados todos os estudos cartográficos, demográficos e de impáctos, encontradas as melhores soluções e sejam reservadas as áreas para as instalações dos devidos equipamentos públicos, o município terá condições econômicas para assumir as futuras despesas? Pois haverá com isso a necessidade de recurso humanos, materiais permanentes e de consumo. Se, na atualidade, o poder público não tem tido condições para manter nem as unidades públicas existentes, imagine com esse acréscimo!
Senhores, é preciso tomar cuidado com as palavras progresso, desenvolvimento e crescimento, observar o seu verdadeiro significado e certamente nada tem a ver com inchaço urbano!

terça-feira, 27 de julho de 2010

ANO DE ELEIÇÃO





















É pessoal estamos em ano de eleição e por isso me veio algumas reflexões!
Em certa ocasião em que conversava com um amigo o escutei dizer: "...o povo que é safado, tanto fiz durante um ano, mas na hora de votar, poucos foram os que votaram em mim. A maioria se trocaram por vinte ou cinquenta reais..."!
Neste momento eu não tive palavras, escutei a indignadade de um homem revoltado por ter perdido a eleição nas urnas, quando dias antes as pesquisas o indicavam no topo das intensões de voto.
Dias depois me pus a pensar, será mesmo que o povo se vende por tão pouco? (está claro que sim)! Então por quê isso acontece?
Cheguei a conclusão que essa situação é alimentada por um bando de politiqueiros covardes, estes que se apoiam na tão deturpada democracia em benefício próprio, contudo mentem descaradamente com sorrisos populares, beijos e abraços calorosos, em cenas perfeitamente teatrais!
A verdade é que nós alimentamos essa pouca vergonha, somos contribuintes do lamaçal no qual estamos metidos. Elogiamos um prefeito quando este inaugura um viaduto ou quando manda assentar algum paralelepípedos na nossa rua ou simplemente tapar os buracos. Consideramos este como sendo "O Cara"! Mas quais as atribuíções de um prefeito? Ficar sentado "mamando nos seios do Povo" enquanto caimos em desgraça?
Será que achamos que o motorista de transporte coletivo é "O Cara", simplesmente porquê o ônibus está lotado, ou o cobrador porque nos deu o troco correto?
Será "O Cara" o porteiro simplesmente porque abriu a porta para passarmos, ou o garçom porque nos trouxe a comida em uma bela bandeija arranjada?
Creio que minha lista seria imensa, mas normalmente não consideramos nenhum desses como sendo "O Cara", temos plena convicção que estão simplesmente cumprindo com o exercício de sua profissão!
Dessa forma tambem deve ser com o prefeito, com o governador, com o presidente, com o Juíz, o delegado, o policial e etc.
A questão é que, entra ano, sai ano e a favela continua lá, com seus habitantes famintos e doentes, pessoas necessitadas que desconhecem ter um empregado para cobrar o cumprimento de suas obrigações. Afinal de contas o político eleito nada mais é o do que nosso empregado, ele foi eleito para nos servir e não para que nós o sirvamos. O político eleito deveria ser um Servidor Público e nós somos o público, portanto devemos sim cobrar deste que cumpra com as obrigações de servidor!
Não há mérito quando um prefeito inaugura uma unidade de saúde, uma rua, um viaduto, uma creche ou uma escola.
Mas a fome fala mais alto, a saúde é um momento de fraqueza tanto física como psicológica, e é obvio que pessoas sem informação receberão a ajuda de um crápula em troca de um voto, acreditando que este é "O Cara", simplesmente porque recebeu um colchão novo ou um par de óculos ou um mileiro de tijolos ou uma cesta básica ou um enxoval de bebê!
Contudo, nós, pessoas esclarecidas, inteligentes, muito bem informadas, não podemos admitir tamanha vergonha pública! Contar vantagens, apoiadas na obrigações cumpridas, nós não podemos aceitar!
Vamos cobrar, vamos exigir! Não podemos deixar que nos façam de idiotas, é isso mesmo o que estão fazendo conosco ao mesmo tempo que enriquecem as nossas custas!
PS.
Certamente um bom Líder será sempre um bom Líder, tendo em vista que não existe mau Líder, porém um bom Chefe ou um mau Chefe será sempre um Chefe!

quinta-feira, 8 de julho de 2010

ENGENHARIA TAMBEM É SAÚDE




















Diante do quadro agravante que se encontra algumas cidades dos Estados de Pernambuco e Alagoas não é novidade o surgimento de vítimas fatais de doenças tais como a Leptospirose.
Nesse cenário de tragédia é de fundamental importância a presença de engenheiros das mais diversas áreas, e por que não evidenciar a importância do Engenheiro Sanitarista?
No último dia 04 de julho de 2010, faleceu no Hospital Geral do Estado, vítima da Leptospirose, o jovem de apenas 19 anos de idade Edjelisson Lopes da Silva. Já foram contabilizados 34 casos suspeitos (de leptospirose), sendo 06 desses casos, confirmados e dentre esses foram registrados dois óbitos. Esses dados foram apresentados na pagina oficial do Alagoas 24 horas no dia 08 de julho de 2010.
Diferentemente do ano passado, este ano, Alagoas teve 28 municípios atingidos pelas enxentes, que resultou em destruíção quase que total de algumas cidades do interior, como foi o caso da cidade de Branquinha-AL e São José da Laje (figura ao lado). Contudo, o número de óbitos por leptospirose, no periodo de 25 de maio a 13 de junho do ano passado (2009), foram registrados o mesmo número de óbitos (dois) dos 24 casos da doença confirmados, número este considerado grande em relação ao deste ano se levarmos em consideração as inundações  devido as fortes chuvas ocorridas no dia 18 de junho de 2010. Talvez, fosse esperado um aumento acentuado nestes números, considerando o fenômeno natural ocorrido.
A leptospirose é transmitida através do contato direto com a urina de roedores, desde que estes estejam infectados pela Leptospira. Quando há casos de inundações a bactéria Leptospira se dissemina na água que invade as casas e, através do contato com a pele do ser humano o contamina, principalmente quando há uma lesão ou mucosa o que não significa dizer que a ausência destes a pessoa esteja imune, a depender do tempo de exposição.
No ser humano a Leptospirose pode apresentar diversos sintomas tais como: febre, fortes dores de cabeça, dores musculares, icterícia, anorexia, nauseas e vômitos e pode chegar a hemorragias e insuficiencia renal, que de acordo com o Ministério da Saúde, entre 10% a 40% desses casos, culminam em óbito.
Como se pode observar, o principal vetor da doênça é o roedor e em termos mais comuns, o rato de telhado (rattus rattus) (figura ao lado), a ratazana (de praia ou de esgoto) e o camundongo (mus musculus). Esses animais são atraídos por lixo, daí a grande importância de um bom acondicionamento do lixo doméstico e dos alimentos. As galerias de águas pluviais, também devem estar desobstruídas facilitando o escoamento das águas das chuvas e impedindo assim o acúmulo das mesmas. "A obstrução das bocas de lobo, por exemplo, pode provocar o alagamento do espaço público e até a inundação das casas, propiciando a disseminação da Leptospirose" afirmou Sandra Canutto, Superintendente de Vigilancia em Saúde em 2009.
É importante que os governantes estejam atentos ao valor de um Engenheiro e seu diferêncial potêncial, investir em obras de infra-estrutura e saneamento básico é extremamente importante para qualquer comunidade. A engenharia nesse caso, como em muitos outros que podemos citar, tem seu valor focado como medida preventiva, minimizando com isso os transtornos das correções emergenciais.
Por fim, Engenharia é mais do que simplesmente cálculo como muitos pensam, é cidadânia e também é saúde!

segunda-feira, 21 de junho de 2010

DESASTRE S NATURAIS NO NORDESTE X COPA DO MUNDO


Enquanto o mundo todo celebrava os bons lances de gol das melhores seleções do mundo; Se desesperavam com as grandes jogadas perdidas, e esperavam uma chuva de gols da seleção brasileira, em 21 municipios alagoanos pessoas passavam e ainda passam fome, sêde, perdem seus pertences e até mesmo entes queridos. Essa dura realidade vem sendo assistida por inúmeras centenas de pessoas, cerca de oitenta mil somente em Alagoas. No momento o Estado encontra-se em estado de calamidade. As águas das fortes chuvas que cairam nas últimas horas, deixaram municípios como União dos Palmares, Branquinha, Santana do Mundaú e São José da Laje, transformados em um verdadeiro cenário de guerra. Homens do Exército e do Corpo de Bombeiros tentam ajudar as pessoas que ficaram ilhadas, sem fornecimento de água potável, energia elétrica e até mesmo sem meios de comunicação.
Caros leitores, de acordo com os relatos de pessoas que vivenciaram estes momentos de terror, a enchente pegou todos de surpresa, contudo de acordo com o que foi divulgado no site alagoas 24 horas, o prefeito de São José da Laje, providenciou um carro de som solicitando aos moradores da região que abandonassem suas casas para um luugar seguro pois o pior estava por vir, temerosos, devido à cheia de 1969 que arrasouu com a cidade, os moradores abandonaram suas casas.
A força das águas foi tamanha que arrastou três tanques de uma usina açucareira. Aonde os taques passavam, destruiam tudo, inclusive as pontes que estavam a frente. A cidade de Santana do Mundaú encontra-se sem acesso por terra.
Em Matriz do Camaragibe, o rio Camaragibe subiu 6 metros, são 2500 desalojados e 3000 desabrigados.
Em Rio Largo, o rio mundaú destruiu 3 prédios públicos, 6 mil pessoas encontram-se deabrigados, foram destruidas tres das sei pontes existentes no municipio.
O município de Branquinha praticamente sumiu do mapa, as redes de jornalismo de tv mostraram imagens aéres assustadoras.
Enquanto esses fatos terriveis aconteciam o Brasil vencia a Costa do Marfim por 3 x 1, e todos nós viamos como uma tragédia a expulsão do camisa 10 Kaká e ficava super preocupado com a perna do camisa 7 Elano, não poderiamos imaginar a derrota da Korea do Norte por 7 x 0 para a seleção de Portugal, enquanto o Brasil obteve uma vitória suada por 2 x 1. Assistiamos a seleção italiana empatar em 1 x 1 com a Nova Zelândia.
Nesse mesmo tempo as previsões metereológicas prevêem mais chuvas pra os próximos dias.
É lamentável saber que existem pessoas que não puderam comemorar os gols de Luiz
Fabiano e do Elano e não puderam sofrer conosco apenas a expulsão do Kaká. É lamentável saber que enquanto corremos às lojas de eletrodomésticos para comprarmos um televisor novo em LCD ou LED e conversores digitais, outros correm para os supermercados para comprar bebidas alcoólicas, bombas juninas e rojões outros não tem sequer água para beber, dependem de doações e estas não atendem à 1/3 das necessidades.
Vamos torcer para a nossa seleção brasileira e que o técnico Dunga tenha razão em suas escalações e traga a taça e a estrela do hexa, mas também, não esqueçamos dos nossos irmãos brasileiros que neste momento dependem de nossa ajuda, façam doações de alimentos, água, roupas e medicamentos, existem pontos de doações conforme listados abaixo:

Contas bancárias

A Caixa Econômica Federal e o Banco do Brasil disponibilizaram contas para doação às vítimas das chuvas que atingiram Alagoas.

Caixa Econômica:

AGÊNCIA: 2735

OPERAÇÃO: 006

Nº DA CONTA: 955-6

NOME: CORPO DE BOMBEIROS MILITAR

Banco do Brasil:

Banco do Brasil - C/C 5241-8 / Agência 3557-2

Pontos de Arrecadação de donativos

Sesc (Centro, Poço e Arapiraca - 0800 284 07 08);

Senac (Poço, Unidade Centenário e Arapiraca - 0800 082 2005);

Fecomércio (Farol - 3336-4463);

Ufal (na Reitoria - 3214-1052) e Espaço Cultural, na Praça Sinimbu;

MPF/AL (Av. Fernandes Lima, 3296, Farol);

PRM-Arapiraca (Av. Ceci Cunha, 555, Alto do Cruzeiro);

Hiper Bompreço Farol;

Hiper Bompreço Jatiúca;

Hiper Bompreço Buarque de Macedo ( telefone - 0800.7055050);

1º Grupamento de Bombeiros Militar (1º GBM) – Rodovia 316, Km 14, Tabuleiro dos Martins, próximo a Policia Rodoviária Federal, 3315-2900 / 3315-2905;

Grupamento de Socorros de Emergência (GSE) – Conjunto Senador Rui Palmeira, S/N, 3315-2400;

Subgrupamento Independente Ambiental (SGIA) – Av. Dr. Antônio Gouveia, S/A, Pajuçara, próximo ao Iate Clube Pajuçara, 3315-9852;

Quartel do Comando Geral (QCG) – Av. Siqueira Campos, S/N, Trapiche da Barra, próximo a Pecuária, 3315-2830;

Defesa Civil Estadual (CEDEC) - Rua Lanevere Machado n.º 80, Trapiche da Barra, próximo a Pecuária, 3315-2822 / 3315-2843;

Grupamento de Salvamento Aquático (GSA) – Av. Assis Chateaubriand, S/N, Pontal, próximo a Braskem, 3315-2845;

2º Grupamento de Bombeiros Militar – Maragogi, (82) 3296-2026 / 3296-2270;

6º Grupamento de Bombeiros Militar – Penedo, (82) 3551-7622 / (82) 3551-5358;

7º Grupamento de Bombeiros Militar – Arapiraca e Palmeira dos Índios, (82) 3522-2377, (82) 34212695;

9° Grupamento de Bombeiros Militar – Santana do Ipanema e Delmiro Gouveia, (82) 3621-1491 / (82) 3621-1223;

1º Batalhão da PM - Av. Senador Rui Palmeira, s/n, Vergel do Lago, Maceió/AL;

4º Batalhão da PM - Rua: Goiás, 610, Farol, Maceió/AL;

5º Batalhão da PM - Av. Cachoeira do Merim, Benedito Bentes, Maceió/AL;

8° Batalhão da PM - Aeroporto Internacional de Maceió Zumbi dos Palmares, BR 104, 92 – AL;

BPRP (Radiopatrulha) - Rua Princesa Isabel, 428, Farol, Maceió/AL;

BPE (Batalhão de Eventos) - Av. Juca Sampaio, Jacintinho, Ladeira do Óleo – s/n, Maceió/AL;

BPEsc - Rua prof Virgilio de Campos, 703, Farol, Maceió/AL;

RPMon - Rua Marques de Abrantes, S/N Bebedouro, Maceió/AL;

BPTran (Batalhão de Trânsito) - Rua Araújo Bivar,594, Ponta daTerra, Maceió/AL;

BOPE - Avenida Assis chateaubriand, Pontal da Barra, Maceió/AL;

BPGD - Rua Em Projeto, S/N, BR 101, Tabuleiro – Maceió/AL;

3ª CPM/I – Av. Eugênio Costa s/nº, Centro, Paripueira/AL;

7º Batalhão da PM - Br. 316 Km 87-Lagoa do Junco, Santana do Ipanema/AL;

9º Batalhão da PM- Rua Vicente de Menezes, 206, Centro, Delmiro Gouveia/AL;

3° Batalhão da PM - Rod AL 220,s/n KM 2 Planalto Arapiraca/AL;

10° Batalhão da PM - Travessa Castelo Branco, S/N, Vila Maria, Palmeira dos Índios/AL;

11° Batalhão da PM - Av. Getúlio Vargas, 542, Centro, Penedo/AL;

1ª CIA/IND. (Companhia Independente) - Travessa Aristides de Castro, 31, Centro São Miguel dos Campos/AL;

4ª CIA/IND.(Companhia Independente) - BR 316, S/N, Nova Olinda, Atalaia/AL;

2° BPM Batalhão da PM- Rua Juvenal Mendonça, S/N, Centro-União dos Palmares/AL;

6° Batalhão da PM - AL,101 Norte Km 125, Patum, Maragogi/AL;

2ª CIA/IND. - Av Floriano Peixoto, S/N, Centro, Novo Lino/AL;

BPA (Batalhão Ambiental) - Balneário do Catolé, BR 316, KM 14, Clima Bom Maceió/AL;

BPRV - BR 316, KM 14(COMPLEXO DER), Santos Dumont, Maceió/AL;

1ª CIA FAZENDÁRIA - Loteamento Terra de Antares l, Serraria Maceió/AL;

OAB (Praça Montepio, Centro, telefone 2121 3207);

OAB Arapiraca (Rua Santos Dumont n.º 47 - Baixão - Arapiraca - AL - 57303-420 - (82)3530-2137);

OAB Palmeira dos Índios (Rua Fernandes Lima, 96 - Centro - Palmeira dos Índios/AL - 57600-000 - (82) 3241-3487/3241-3487);

OAB Penedo (Rua Barão do Rio Branco, 120 - Centro Histórico - Penedo/AL - 57200-000 - (82) 3551-2284);

OAB Santana do Ipanema ( Rua Marinita Peixoto Noya, 458 - Monumento - Santana do Ipanema/AL - 57500-000 - (82) 3621-1769);

OAB São Miguel dos Campos (Rua Senador Máximo, 335-B - Centro - São Miguel dos Campos - 57240-000 - (82) 9314-2882);

Postos da AMA (Extra, Gbarbosa, Unicompra, Cesmac, Esamc, Fal, Facima, Seune, Contato, Inei-COC, Santa Úrsula, Marista, Montessori, Sacramento, Madalena Sofia, Patinho Feio, Batista e Anchieta);

Almagis (Rua Barão de Anadia, 08, Centro - 3221-4907);

Igreja de São Gonçalo (Mirante São Gonçalo, no bairro do Farol);

Templo central da Assembleia de Deus (no bairro do Farol );

JÁ Mangabeira (antigo Shopping Mangabeiras) – 8h às 18h - 3315 – 2773;

JÁ Centro (antigo prédio do Produban) – 9h às 19h - 3315 - 1845;

JÁ Farol (no Shopping Farol) – 9h às 19h - 3315 – 1425;

JÁ São Miguel (R. Barão de Jequiá, 114, centro) - 8h às 14h;

Adepol (Rodovia AL 101 – Norte, no bairro de Jacarecica - 3325-8585 e 8833-8874);

Eletrobras Distribuição Alagoas (prédio sede na Avenida Fernandes Lima, Farol);

Eletrobras Distribuição Alagoas (escritórios de Matriz do Camaragibe e Arapiraca).


sexta-feira, 18 de junho de 2010

AMBIENTALISTAS E O MEIO AMBIENTE (parte 02)
























O Protocolo de Kioto foi, para alguns, um marco na luta de preservação do meio ambiente.
As vezes me ponho a pensar se realmente é necessário algum movimento em defesa do meio ambiente, se nós mesmos somos a parte que forma o todo nesse conjunto chamado natureza e que o todo sem a parte não é o todo e pior ainda, nada sobrevive. Cada parte que componhe o ecossistema é vital ao connjunto. Se nos consideramos racionais então por que agredimos a parte que nos sustem? Será que não somos raconais?Talvez não suuficiente para compreender que Ser Racional seria descobrirmos um meio de sobreviver em plena harmonia com a natureza. Contudo, na linguagem de muitos céticos, isso seria abrir mão da evolução, do progresso regressivo. É certo que a natureza se transforma, mas é errado a forçamos apressar tais mutações!
Como dizia o "Rei" Roberto Carlos: "...não sou contra o progresso, mas apelo pro bom senso...".
E veja só, imagino que o amigo leitor esteja de certa forma até gostando da leitura (se já chegou até aqui, rs!), agora eu lhe pergunto: O que tem feito em prol da natureza? Quanto tempo o amigo ou a amiga passa no banho com o chuveiro ligado? O que tem feito com o lixo, gerado em sua casa ou empresa que pode ser reciclado? Se é profissional da construção civil, tem levado à sério o PGRCC, ou o mesmo serve apenas como mais um documento para ser apresentado quando cobrado, ou como um livro de contos-de-fadas?
Infelizmente todos nós somos culpados pela degradaçãoo ambiental, e nada fazemos para ajudar e quando fazemos alguma ação humanitária em favor da natureza, fazemos 10 contra. Afinal, ningém mais quer depender de transporte coletivo, ou fazer uso de veículo de tração animal (bicicleta também faz parte, estamos entendidos assim seu animal?)! E no supermercado, quantas sacolas plásticas são usadas diariamente - com a propaganda que é biodegradável, será mesmo, meu caro leitor, minha cara leitora, talvez ja estejas convencida disto pela fragilidade que tem as sacolas utilizadas nas redes de supermercados! Às vezes, depenJustificardendo do produto a ser transportado são necessárias mais de uma sacola!
Precisamos acreditar que ainda há tempo para estabelecermos um equlíbrio com a natureza, fazendo de energia alternativa (eólica , solar), fazendo reaproveitamento de água servidas, fazendo aproveitamento de águas pluviais, enfim, buscando meios de vida ecologicamente corretos, cobrando das autoridades que nos representam politicamente medidas de proteção ambiental, com estudos que resultem em produtos eficientes e eficáz.

quarta-feira, 26 de maio de 2010

AMBIENTALISTAS E O MEIO AMBIENTE (01)

As vezes me ponho a pensar o que há de errado em ser defensor do meio ambiente! Ou será mesmo que os que se dizem ambientalistas na verdade não são os tais defensores do meio em que vivemos?
São tantas discussões, tantos projetos sendo debatidos, mas no final o que nos resta mesmo é assistir os jornais (de toda e qualquer emissora de TV ou de rádio) e ouvir sobre o tal aquecimento global, derretimento das calotas polares, elevação do nível das águas marinhas, avanço do mar, inclusive com ameaça de terras serem completamentes submersas, rios que secam fora da estação seca, chuvas torrenciais em época de seca. Áh! Na Europa, é país embaixo de gelo, e centenas de hectares de florestas queimadas.
Na China, ainda não sei como suas belíssimas muralhas continuam de pé, talvez os cadáveres que se encontrem embaixo dela a sustente; em Nova Iorque, a estátua da liberdade, nossa Deus me livre qualquer tipo de profetizção, mas ainda encontra-se de pé também, derrubaram as "Torres Gêmeas" numa cena terrivelmente chocante, mas a Estátua da Liberdade ainda está de pé, como um Zeus ou uma Era do ocidente, ou melhor das américas,! Ou seria apenas da "super potência libertadora" Estados Unidos da América?
Em Roma o Papa continua rezando a missa do Galo e devotos de todo o mundo se juntam em plena praça no meio do Vaticano para ouvir o que o velhinho (com todo respeito, é claro) tem a dizer.
No Brasil, ah! No Brasil, se esses políticos estão pensando que serão salvos pelo Cristo Redentor, então meu amigo, so se for pelo do Corcovado mesmo.
Até porque o "menino jesus" se revoltou com o mundo todo. Quer saber porque estou dizendo isso? Você já deve ter ouvido falar em El Niño, mas talvez não saiba o porque deste nome tão carinhoso, talvez por ser poderoso! El Niño quer dizer o menino e faz referência ao menino Jesus, pelo fato de seu fenômeno ocorrer normalmente no fim do ano.
E como em tudo no nosso ambiente natural existem dois lados opostos, com esse fenômeno, que não é o "Ronaldo" também existe o averso, o chamado fenômeno La Niña... mas esta não faz mensão a nenhuma menina, ao menos que seja conhecida. E é justamente por isso mesmo que alguns preferem chamar este fenômeno de "El Viejo" em nossa lingua quer dizer O Velho, deve ser em homenagem ao grande trovador Altemar Dutra! Outros mais, digamos menos céticos, preferem chamar de "Anti-El Niño", opa esse grupo aê pegou pesado, devem estar ligados a alguma seita, já que "El Niño faz" referência ao menino Jesus então "Anti-El Niño"...
Bom, mas vamos deixar isso pra lá, afinal de contas os ambientalistas estão discutindo sobre a emissão de gases poluentes na atmosfera, e estão pensando em criar acordos para redução dos mesmos, o famosíssimo Protocolo de Quioto, já ouviu falar neste protocolo aê? Já né? Vou só adiantar meu amigo, esse troço é muito protocolo, embora tenha um nome só, esse protocolo , na verdade teve início em 1988 em Toronto no Canadá, no Conference On The Changing Atmosphere.
Esses encontros tiveram vários nomes, em 1990 ficou conhecido como IPPC's First Assessment Report em Sundsvall, na Suécia, em 1992 foi no Rio de Janeiro, no nosso Brasil, o evento ficou conhecido como ECO-92; Rio 92; mas o nome era Convenção - Quadro das Nações Unidas Sobre a Mudança Climática, e tinha como sigla CQNUNC ou em inglês UNFCCC.
E saiba mais sobre esse tão falado Protocolo de Quioto, o tal protocolo foi discutido e negociado em 1997 em Quioto, no Japão, mas so alcançou o limite, considerado minimo de assinaturas (55% dos países que juntos somam 55% de emissões de gase poluentes) em 2004, ano que em que a Russia o ratificou. Assim sendo somente entrou em vigor em 2005, mais precisamente no dia 16 de janeiro.

quinta-feira, 1 de abril de 2010

O SERVIÇO PÚBLICO

Quem nunca perdeu a paciência com o serviço público? São filas enormes, demora no atendimento e o limite de atendimento diário (as famosas fichas). E quando se consegue chegar à frente na fila, já no balcão de atendimento, a servidora pública ou o servidor público lhe diz que você tem que ir em outro departamento. Você já chateado e impaciênte, não vêr outra alternativa, senão ter que voltar outro dia, pois já é quase meio dia e, provavelmente, não haverá ninguém para atendê-lo(a). E a saga do serviço público não acaba por aí, no dia seguinte você dirige-se ao setor que lhe fora orientado(a) e, ... até que enfim, consegue dar entrada no seu processo, agora é só aguardar, aguardar, aguardar, aguardar e aguar... "Ops, deixa para lá!"
Bom, bom não, Péssimo, de repente você acorda no meio da noite com uma dor, você está desempregado e está sem plano de assistência médica (que isso não lhe aconteça, embora alguns de nós ja passamos por algo parecido na vida)! Áh, mas você se lembra que paga seus impostos em dias, é hora então de usufruir do Sistema Único de Saúde que, por sorte, para os de classe média não é único, para os pobres também não! Para os pobres é a única coisa que existe. Eu disse "coisa"? É isso mesmo, coisa!
Primeiro, você corre deseperadamente para um mini proto socorro (ainda existe isso!), lá eles não podem te atender, você deve dirigir-se ao Hospital Geral do Estado (HGE), já que aquí em Alagoas é só o que têm! Você chega no HGE e o que vêr? Ambulância de todos os municípios do Estado de Alagoas e os carros do SAMU e dos Bombeiros chegando de instante em instante, algumas pessoas sentadas nos meios fios, esperando algum paciente possivelmente impacientemente ou esperando algum impaciente pacientemente, já que é preciso ter muita paciência!
Passada essa primeira "boa impressão" é hora de ir fazer o prontuário, um "cara" mal humorado nem olha direito para você e pergunta seu nome, o que aconteceu, endereço, idade, tipo sanguíneo, nome da mãe, do pai, quantos irmãos, ocupação profissional, nacionalidade, naturalidade, número do RG, CPF,... penso que o leitor, a essas alturas ou se diverte ou está ficando chateado! Claro que há um pouco de exagero e um pouco de sátira (nessa última frase apenas), mas, é mais ou menos isso o que acontece! Depois das desculpas esfarrapadas, voltemos a nossa historinha da vida real de milhões de brasileiros. De repente você vêr uma maca (no meio do salão de espera) com um paciente todo envolto em um lençol branco (ou quase isso), uma mulher chorando e uma, ou duas, ou três, ou mais crianças, quase todas na mesma idade, bem próxima a mulher que chora!
Você percebe que o "negócio alí" é grave e dígno de uma certa urgência (mesmo sentindo dores, incrível, você, educado que é, consegue perceber todos esses detalhes).
É isso ai amigo, é sua vêz, é hora de você circular por um corredor intransitável, você não sabe se está em um hospital ou se está em um campo de tratamentos de feridos de guerra. Têm um idoso deitado no chão com o sôro amarrado em uma cadeira, e na cadeira há um paciente mais jovêm sentado e também está tomando sôro. É amigo, será que você consegue chegar até o fim do corredor? Penso que já lhe deu vontade de voltar pra casa e tomar aquele velho analgésico, talvêz nem esteja mais sentindo a dor o levou até aquele cenário macabro!
Mas você chegou até aquí, então vamos até o fim (espero que não seja o fim, você deve estar pensando).
Entra na sala do médico, ele te faz algumas perguntas, você olha nos olhos dele e, parece que está embriagado (é sono meu amigo, é cansaço). Depois de te examinar, o médico, quando te resolve medicar por lá (se tiver medicamento neste dia) aí ele te passa um analgésico e te manda procurar um posto de saúde!
Você toma o analgésico, normalmente injetável (quando não falta agulha, seringa, luvas de procedimentos e quem aplique). No dia seguinte, no dia seguinte não, já estamos no dia seguinte, o amigo procura a unidade de saúde mais próxima. Tudo começa numa fila e termina alguém lhe dizendo que você não pertence a área de cobertura daquela unidade de saúde...
Chega já deu pra sentir o drama que centenas de pessoas passam todos os dias, tudo isso depois de ter ficado horas a fio em um ponto de ônibus, ter subido em um transporte coletivo super lotado e ter dado graças à Deus por ter chegado ao destino sem ter sido assaltado...
Esse é o valor do nosso voto, esse é o valor se assim podemos chamar...

sábado, 20 de março de 2010

VERGONHA PÚBLICA

Eu estou certo de que o povo maceioense está carente de vias públicas pavimentadas e construções de viadutos. Vai ver que é porque a maioria da população possui "meio de transporte próprio"! E não são bicicletas, pois não se trata de ciclovias!
Até agora, todos demonstram sua satisfação com a atual gestão da prefeitura, que tem feito muito por Maceió, principalmente pela população mais carente, vejamos então.

O viaduto de Mangabeiras, que recebeu honrosamente, e ninguém deve imaginar o porquê, o nome do Dr João Lyra, graças à Deus ainda vivo e que isso permaneça por longas datas. No entanto a lei municipal n° 5.593 de 08/02/2007, sansionada pela atual gestão pública municipal, no seu artigo 85, determina ser vedado adotar nomes pertinentes a pessoas vivas na denominação de logradouros públicos, vias e obras de arte integrantes do sistema viário urbano.


A periferia também foi contemplada com essas maravilhosas obras PRIORITÁRIAS! Por exemplo, o bairro do Clima Bom, pode não ter uma Unidade de Saúde em boas condições físicas que atendam às normas determiniadas pelo Ministério da Saúde mas, de acordo com o que foi divulgado na internet em www.alagoasnegocios.com.br, foram investidos 12 milhões de reais na pavimentação de vias públicas. Não sei se essas vias permaneceram com os nomes anteriores ou se mais alguém do "Seu" círculo de "amizade" foi contemplado!
Bom, mas vamos às obras.
No primeiro mandato da atual gestão pública municipal, melhor observando, ainda durante suas campanhas eleitorais muitos foram projetos à serem executados em Maceió, dentre eles, uma via alternativa de escoamento de veículos, o chamado eixo viário do Vale do Reginaldo, faltam dois anos para a conclusão do seu segundo mandato e nem a implantação de um aterro sanitário e a desativação do lixão de Cruz das Almas, exigência feita pelo CONAMA desde 2003 aconteceram. É verdadade que o fato vem se arrastando desde gestões anteriores, o que não justifica a falta da gestão atual!
Mas, Maceió está de cara nova, assim dizem os simpatizantes!
Será mesmo?





Esta é a cara do povo, que não tem atendimento médico, não tem medicações, não tem escolas, mas têm os representantes políticos que querem!












Esta é a cara das unidades de saúde espalhadas no município.















Imaginem a "cara do paciente" em ter que ser atendido ou mesmo a "cara do profissional" em ter que prestar seus serviços numa sala com essa "cara"!












Se quiserem, enviem esta foto para o Programa do Fantástico exibidos aos domingos pela Rede Globo, para ver se é mentira ou verdade, ou se preferirem visitem as unidades de saúde. Vejam qualquer uma na cidade, pois o fato não é um caso isolado e, nem esta é a pior situação.
Maceió é o município algoano que tem a menor cobertura do Programa Saúde da Família, apenas 26% dos quase 1 milhão de habitantes é assistido pelo programa, e muito mal assisitido, uma vêz que não há estrutura física adequada para a realização das práticas de saúde.
Não quero atribuir o fato a atual gestão, pois o problemas vem de longos e longos anos. Mas, no meu ponto de vista SAÚDE E EDUCAÇÃO SÃO PRIORIDADES!
No entanto nós sabemos que investir em saúde e educação exige custo de implantação, melhorias e manutenção (estrutura física, recursos humanos, materiais de consumo, medicamentos, mobilias), enquanto que uma via depois de construída, não gera despesa alguma e ainda pode lhe render votos com as operações "tapa buracos"!
Áh, mas nós teremos o sistema de veículos leve sobre trilho circulando a cidade, não podemos esquecer, afinal ISSO É PRIORIDADE!
Quanto ao servidor público, se não forem os "apadrinhados de politiqueiros", vocês precisam ver a "cara de satisfação", que até mesmo para que tenham reajustes salarial é necessário ameçar de greve com manifestos.
Existe mesmo seriedade neste país, ou isso aqui é um grande circo onde nós somos os palhaços, que temos que sair de nossas casas, faça chuva ou faça sol, para eleger essas "figuras ilustres"!
Companheiros leitores, não podemos ver tanta "sugeira" e silênciar, agindo assim, somos coniventes com os erros! Então, o que tememos? Talvêz temamos mais uma vergonha: o crime sem impunidade, sabemos que fazer o que eu faço, aqui e agora, é me expôr, porque sou apenas um. E não pensem que pretendo me eleger a qualquer cargo político, quero continuar apenas exercendo o meu papel de cidadão comum, e exigindo Ética, Moral e Respeito!


Total de visualizações de página